• Questão 1160

    Texto I. Entre outras, constam no Dicionário Houaiss as seguintes definições a respeito do verbo vender:
    − transferir (bens ou mercadorias) para outrem em troca de dinheiro;
    − praticar o comércio de; comerciar com; negociar;
    − convencer (alguém) a aceitar (alguma coisa); persuadir (alguém) das boas qualidades de (uma ideia, um projeto
    etc.);
    − trabalhar como vendedor;
    − ser facilmente vendável; ter boa aceitação de consumo. […]

    Texto II. Também são determinantes no discurso persuasivo a afirmação e a repetição. A propaganda não pode dar margem a dúvidas; a meta é aconselhar o destinatário e conquistar a sua adesão. Daí as frases afirmativas e o uso do imperativo na peroração (“abra sua conta”, “ligue já”). A repetição objetiva minar a opinião contrária do receptor por meio da reiteração. É possível encontrá-la não apenas na construção frasal, sobretudo nos slogans que são insistentemente repetidos (quer na forma verbal quer na escrita) junto à marca do produto, mas também nas diversas inserções da peça publicitária nos veículos conforme seu plano de mídia. Não por acaso, o termo propaganda […] originou-se do verbo propagare, “técnica do jardineiro de cravar no solo os rebentos novos das plantas a fim de reproduzir novas plantas que depois passarão a ter vida própria” – uma ação, portanto,
    nitidamente repetitiva.
    (Carrascoza, João A. A evolução do texto publicitário. São Paulo: Futura, 1999, p. 44 e 45)

    “técnica do jardineiro de cravar no solo os rebentos novos das plantas a fim de reproduzir novas plantas que depois passarão a ter vida própria.” (Texto II)

    O segmento transcrito acima

    A.
    esclarece o sentido exato do antigo verbo propagare.
    B.
    contém a ideia principal de todo o parágrafo em que ele se encontra.
    C.
    confirma a informação de que não pode haver dúvida na propaganda.
    D.
    traz a informação de que jardineiros também são propagandistas de ideias.
    E.
    diferencia o trabalho manual daquele que envolve a divulgação de ideias.

Discussão (0)

  • Você precisa estar logado para fazer um comentário!

    Login